Arménio Lopes Pereira Coutinho

Natural da Vila de Pereira, onde nasce a 19 de Maio de 1928.É nas oficinas de José Pompeu Aroso, em Coimbra, que durante 7 anos contactou com o ferro forjado e completa a sua formação como serralheiro.

 
Após este período vai trabalhar nas oficinas do então Serviço Muncipalizados de Coimbra.Mas a vocação para a serralharia artística haveria de leva-lo a executar candeeiros para a Igreja da Misericórdia de Pereira, mas a sua as miniaturas eram a sua grande paixão.
 
Como representante da escola coimbrã na área do ferro forjado, a sua obra assenta na pedagogia que os utensílios de tradição artesanal oferecem aos mais novos, destacando-se a criação de capelas, Cristos, automóveis antigos, fogões, candeeiros, ferramentas agrícolas, objectos de cozinha, barcos seiscentistas, entre outras obras, no âmbito do ferro forjado, mas sempre objectos inspirados no quotidiano.