Centro Humanitário do Baixo Mondego da Cruz Vermelha Portuguesa

Dados da associação
Nome: Centro Humanitário do Baixo Mondego da Cruz Vermelha Portuguesa
Morada: Rua do Tojal nº 63 - Pereira
Código postal: 3140 - 314
Nº Contribuínte: 500745749
Email: dpereira@cruzvermelha.org.pt
Website / url:
Nº Telefone: 239647200
Nº Fax: 239647200
Pessoa de contato: EMERGÊNCIA - 112
Contato de responsável: 916430152

O Centro Humanitário do Baixo Mondego da Cruz Vermelha Portuguesa foi criado no dia 1 de Fevereiro de 2013, e tem a sua sede na localidade de Pereira. O referido Centro Humanitário tem uma direcção singular a cargo do Sr. Director, Dr. Joaquim Manuel Roupa dos Reis.

O Centro Humanitário do Baixo Mondego da Cruz Vermelha Portuguesa é constituído pelas extintas Delegações da Cruz Vermelha de Pereira, de Carvalhais de Lavos, da Extensão de Taveiro e do Posto Humanitário de Laborins.

Foi integrado no respectivo Centro Humanitário, todo o património e atividades, bem como, os meios materiais e humanos afetos às extintas Delegações. Salientamos, que as instalações, os recursos físicos e humanos mantêm-se em funcionamento nos mesmos locais das extintas Delegações.

O Centro Humanitário do Baixo Mondego da Cruz Vermelha Portuguesa assenta em três grandes pilares e áreas de atuação e de intervenção, são elas: 

     - a Unidade de Socorro/Emergência;

     - a Ação Social;

     - a Juventude. 
 

A Unidade de Socorro/Emergência tem como área de intervenção geográfica os seguintes concelhos: Coimbra, Condeixa, Montemor-o-Velho, Soure, Figueira da Foz e Leiria (nomeadamente com o Centro Hospitalar Leiria Pombal). 

Esta Unidade é composta e organizada por profissionais e voluntários, devidamente habilitados com formação técnico-profissional, adequada para o cumprimento das missões de auxílio, assistência, transporte e tratamento de doentes e feridos, primeiros socorros, assim como, resposta a solicitações e necessidades diárias da população.

Para tal, conta com um parque de ambulâncias, devidamente equipado, atualizado e certificado pelo INEM, designadamente:

1 - Ambulância tipo C - Medicalizada, com Ventilador, Desfibrilhador e Mala Médica

5 - Ambulâncias tipo B – Emergência;

5 - Ambulâncias tipo A1 (Todas com equipamento tipo B);

4 - Ambulâncias tipo A2 (Transporte Múltiplo, com plataforma de elevação);

5 - Viaturas de Transporte de Pessoal;

1 - VICLA (Viatura de Intervenção em Catástrofe, Logística e Apoio).
 

A Unidade de Socorro/Emergência do Centro Humanitário do Baixo Mondego da CVP tem formadores especializados e com uma vasta experiência na realização de ações de formação na área de socorrismo. Assim, promove, fomenta e dinamiza ações de formação nesta área, nomeadamente:

               - Suporte Básico de Vida/ Desfibrilhação Automática Externa;

 - Curso Europeu de Primeiros Socorros;

 - Socorrismo Pediátrico;

 - Técnico de Socorrista de Proximidade;

 - Tripulantes de Ambulância de Transporte (TAT)
 
 

A Ação Social, é outra grande área de atuação e de intervenção do Centro Humanitário.

Esta tem tido um papel preponderante e prioritário a nível local, uma vez que, a sua intervenção é realizada junto dos grupos mais vulneráveis e desfavorecidos, de forma a contribuir para a (re)integração dos cidadãos excluídos e desinseridos da sociedade. Face, ao atual contexto sócio-económico do País, o Centro Humanitário, através do apoio da ação social tem procurado responder nas mais diversas áreas de atuação, como tal, desenvolveu as seguintes atividades/valências:

·       Ajudas Técnicas;

·       Teleassistência;

·       Transporte Escolar; 

·      Atividades Ocupacionais;

·       Formação;

·       Serviço de Apoio Domiciliário; 

·      Atendimento/Orientação Social à População; 

·      Ajuda Alimentar;

·       Acompanhamento de Agregados Familiares Beneficiários de Rendimento Social de Inserção;

·       Gabinete de Apoio a Vítimas de Violência Doméstica;

·        Participação na equipa de intervenção Municipal de Violência Doméstica;

·       Loja Social;

·       Lavandaria e engomadoria.

 

A Juventude da Cruz Vermelha desenvolve o seu trabalho com base nosPrincípios Fundamentais da Instituição, nos valores da cooperação e da solidariedade, para que mais tarde, se possível, as crianças e jovens possam tornar-se futuros operacionais da Cruz Vermelha. Atualmente, pertencem à Juventude da Cruz Vermelha cerca de 25 jovens que frequentam as mais diversas atividades de sensibilização nas áreas da Saúde, Alimentação, Socorrismo, prevenção Rodoviária e prevenção solar.

 

O Centro Humanitário do Baixo Mondego da CVP, procura constantemente, através da sua estratégia de crescimento, estar mais próximo da população, pesquisar novos nichos de mercado e, é através dessa aproximação, que contribui para a diminuição do isolamento originado pela baixa densidade populacional de determinadas regiões.

Como tal, o Centro Humanitário do Baixo Mondego da Cruz Vermelha Portuguesa continuará com a sua missão de prestar assistência humanitária e social às pessoas vulneráveis e desfavorecidas de forma a proteger as suas vidas, saúde e dignidade, assim como, a preconizar e a reger-se pelos Princípios Fundamentais da Cruz Vermelha Portuguesa.